O que é?

O Peeling de Diamante é um tratamento indicado para quem deseja renovar a aparência da pele do rosto, e assim, reconquistar a elasticidade com a estimulação do colágeno, que é uma proteína natural da pele e proporciona o tônus facial, evitando o aparecimento das rugas.

Como é?

O peeling de diamante é considerado uma microdermoabrasão, ou seja, uma abrasão superficial, um processo de esfoliação que proporciona a renovação celular através de ponteiras de diamante. Resultando na diminuição da espessura da pele e consequentemente o favorecimento da penetração de princípios ativos e regeneração tecidual.

A melhor época para realizar esse tipo de tratamento são os períodos mais frios do ano, pois a exposição solar é inferior aos períodos de calor, aumentando assim a eficácia do tratamento.

Para quem é?

Atenuação de rugas superficiais e marcas de expressão; afinamento do tecido epitelial; sequelas de acne; clareamento epidérmico; tratamento para Foliculite; coadjuvante a tratamentos de atenuação e prevenção estrias; pré-tratamento de revitalização e nutrição tecidual.

Contra indicação: este peeling é absolutamente contra indicado para peles de fototipos altos, ou seja, peles muito morenas a negras; lesões de pele acompanhadas de processos inflamatórios; intervenção cirúrgica recente no local de tratamento; herpes ativo (facial ou labial); peles muito sensíveis; gestantes; pacientes em tratamento ou que tenham realizado tratamento com uso de isotretinoína a menos de 1 ano; exposição solar sem proteção.

Pós

Evitar exposição solar 48 horas antes e depois do procedimento com uso continuo de filtro solar; independente da estadia em ambientes abertos ou fechados. Tenha controle do uso de cosméticos a base ácidos e no caso de descamação evite escoriações. Mínimo de 5 sessões e Máximo determinado pelo grau de comprometimento cutâneo.

Agende sua consulta UP! Plástica

Artigos Relacionados